quarta-feira, dezembro 30, 2009

Resquícios de Mim


Chamei-te
mas tu não me ouviste.
O punhal que trazia cravado na alma
falou mais alto que a minha voz,
abafou a dor que em mim ecoava.

Para quê inteirar-me da tua presença?
Se tudo o que sinto é um infinito vazio
que me prende o corpo e me esmaga a alma.

No tempo que se desfaz como pó
ficou a lembrança do teu corpo,
do dia que correu
do amor que não aconteceu...
Estou de volta
à imensa incerteza do teu toque,
do teu cheiro,
à incerteza da tua voz
que eu não sei
se murmurará
ao meu ouvido.

Maio de 2004.

quinta-feira, dezembro 03, 2009

Espelho Meu, Espelho Teu

e sufoca-me, e esmaga-me.

rasgo a pele, rasgo a carne para atenuar a dor.

mas não lhe consigo chegar.

parto-me em lágrimas, desfaço-me no chão.

no tempo, onde o tempo parou, fico suspensa e desepero pela queda.

porque partiu e mais não volta. e o inverno vai longo e sombrio.

segunda-feira, novembro 30, 2009

...dassssss!

Estão a ver aquelas alturas em que está tudo em discussão, e ninguém se entende?
E depois apareço eu, com uma solução (estranha, mas concretizável). Só que, como todos acham que eu sou um extra-terrestre tresloucado, nunca ninguém me escuta e muito menos acha que estou certa.
Sabem o que é que é pior no meio disto tudo?
É fodido ter-se razão!

sexta-feira, novembro 13, 2009

Olha, adoeci...

A minha transformação está a começar. De facto só não estava à espera que fosse tão dolorosa!

Bem, achei que era melhor ligar para a tal linha sobre a gripe A e rezei. Comecei a rezar para que do outro lado da linha não me calhasse um indiano com sotaque manhoso! Mas olha, saíu-me um inglês na rifa (também não sei se foi melhor)!

O Gajo: Diga-me se a pessoa em questão tem algum destes sintomas:
- está inconsciente;
- tem diarreia;
- consegue manter-se de pé;
- tem dificuldade em respirar;
- consegue engolir;

Eu: Não tenho dificuldade em respirar mas sinto-me cansada; tenho algumas tonturas; consigo engolir mas com alguma dificuldade.

O Gajo: Mas isso é SIM ou NÃO???

E depois esta conversa durou algum tempo porque aquilo estava a parecer-me muito estranho; até que entramos na parte do você fala inglês ou não!
Talvez porque eu estivesse à espera que ele quisesse REALMENTE saber o meu estado, e não preencher um formulário com cruzinhas...

Eu: OK! É SIM!

O Gajo: Então chame a ambulância porque tem que ir já para o Hospital!

E pronto, desligou-me a chamada!

Eu lá fui ao Hospital (outra vez a rezar para não apanhar um louco de um médico. Sim, porque juro-vos que aqui são piores que em Portugal!). Onde me foi confirmada uma fantástica gripe A com cerca de 80% dos sintomas...

E assim se fica em casa! :(

segunda-feira, outubro 26, 2009

Ao meu pai (parte.. a Saudade)



os meus pés,
são a alma do meu povo,
são o chão que me elevou.
são aquilo que não se explica,
porque o que se sente
abarca as memórias da nossa vida.

domingo, outubro 25, 2009

The Imaginarium of Doctor Parnassus

Apesar de ter ficado um bocadinho aquém das minhas expectativas, e de não me ter enchido as medidas, há algo que não pode ser negado:


1. Heath Ledger
2. Johnny Depp
3. Jude Law
4. Colin Farrell

Isto é uma autêntica overdose para uma mulher só!!!

Mas o que muito me surpreendeu e agradou, e que de facto eu não sabia que contar no elenco, foi a presença do senhor que se segue.



quinta-feira, outubro 01, 2009

ao meu pai (parte.. alguma)

Pensar: “Não volto a ver o meu pai.” É grande demais!

É para lá de longe de todos os meus horizontes, e não o consigo imaginar. Não parece verdade, ainda acho que não o é.

É como ter esperança de voltar a Portugal, e saber que ele vai estar à minha espera. Que posso dizer-lhe que me venha visitar, que estou louca para lhe mostrar a cidade pela qual me apaixonei! Que me parece impossível, até mesmo quando o Inverno chegar, não ser feliz por aqui.

Porque sei que ele percebeu a minha mudança. Porque ele sabe que vim para perpetuar a minha felicidade. E tenho esperança de a partilhar com ele. Porque quando eu chegar a casa, ele vai estar lá para me ver sorrir.

E tenho a certeza que ele vai gostar de me ver sorrir! Porque até esta chuva merece o meu melhor sorriso...

quinta-feira, agosto 27, 2009

ao meu pai












* 26.10.1955
† 22.08.2009

segunda-feira, agosto 17, 2009

Erros Ortográficos II


"CIQUELISTAS"


Também tem o seu "quê" de graça, grandes críticas negativas e "cheias de razão", com este tipo de gafes!


Enfim...

segunda-feira, agosto 10, 2009

Erros Ortográficos I


"VOÇES"



Agora a sério. Mas que raio de erro é este!?


terça-feira, agosto 04, 2009

Dead Combo - Ode Marítima

Estou irratada, porque sim! Porque me destrancou a bolha só porque o pessoal é cego!

Irritam-me os comentários no youtube… Já sei, tenho boa solução: não os ler!

Eu explico: Não tinha comigo nenhum albúm dos Dead Combo, e resolvi dar um salto ao youtube para ouvir um bocado. E sei lá porquê comecei a ler os comentários do pessoal e olha: Então não é que anda para aí muita gente admirada por os Dead Combo serem uma banda portuguesa!!! E melhor: Se não fosse o anúncio do preservativo feminino nunca mais ninguém lá chegava!

Mas isto é só gente doida ou lá perto!?

Como é que esta gente planeia conhecer o país onde vive (se calhar não querem), quando ficam tão embasbacados por a música ser de TÃO boa qualidade!

Mas quem é que lhes disse que em Portugal não se faz música de qualidade!? Que possam nem sempre gostar, eu até aceito. Agora, esses cometários de espanto é me deixam preplexa!

Eu não tenho culpa que não se interessem, que não procurem, que não se informem! Agora, deixam de se comportar como se não fosse normal haver pessoas cultas neste país! Por amor ao cristo! Isto não é propriamente um país de labregos e saloios (é claro que também os há)!

Porque eu não tenho a culpa do vosso sentimento de vergonha para com o nosso país!

E será preciso virem modas para acordarem para a realidade?

Pensei que o facto de terem muito mais acesso à informação vos fosse útil para alguma coisa. Mas parece que me enganei!

Aqui fica o móbil do meu crime de hoje:

sexta-feira, julho 10, 2009

hoje apetece-me...

hoje apetece-me o amor.
mas o único que conheço dói. magoa. sufoca. e esmaga-me no chão.
e hoje não consigo dormir...
porque este silêncio não me deixa.
porque o meu coração me diz que não são horas de dormir.
porque hoje vou ficar acordada.
porque hoje vou remexer nas entranhas da dor.
porque hoje é dia NÃO!

quinta-feira, junho 11, 2009

um "mas" muito grande...

Tudo isto é estranho, tudo isto me dói!
Não sei o fim, mas também não sei sequer onde começou.
O que quer se surja destes dias em diante, espero que seja mais uma etapa.
Mudei tudo. Mudei toda a minha vida!
O que me levou a este ponto agora não importa. A verdade é que estou um pouco mais longe das origens, mas não deixo de as ter presentes em mim.
Por agora deixo só este resto de saudade...